Canudos de papel: alternativas ecológicas para substituir os canudos de plástico

por | ago 7, 2019 | Descartáveis | 0 Comentários

Os canudos de papel biodegradáveis estão aos poucos se tornado comuns aqui no mercado brasileiro. Usados como alternativa aos canudos de plástico, estes produtos se decompõem com mais facilidade e rapidez na natureza, reduzindo os impactos ambientais causados ao longo dos anos pelo uso desenfreado de plásticos.

Disponível em diferentes diâmetros, os canudos de papel substituem de maneira bem eficiente os tradicionais canudos de plástico na hora de tomar refrigerantes, bebidas mais cremosas e até os famosos milk-shakes.

Após o uso, os canudos de papel biodegradável podem ser descartados no lixo, juntamente com outros materiais do gênero, como guardanapos, por exemplo, pois fungos e bactérias e a própria natureza vão se encarregar de decompor o produto.

 

Questões ambientais: é o fim dos canudos de plástico?

A chegada dos canudos de papel é fruto de uma discussão que se arrasta por anos. O consumo desenfreado e o descarte incorreto de produtos plásticos têm se tornado um sério problema para o meio ambiente.

De acordo com a ONG Ocean Conservancy, localizada nos Estados Unidos, os canudos de plástico correspondem a 4% de todo o lixo plástico mundial, sendo o sétimo item mais coletado nos oceanos de todo o mundo em 2017.

Devido à falta de medidas bem-sucedidas de logística reversa e de campanhas eficientes de conscientização ambiental voltadas para o grande público, os plásticos são jogados em aterros sanitários e com a ajuda das chuvas chegam rapidamente aos rios, mares e oceanos, ameaçando seriamente a vida marinha.

Informações do Fórum Econômico Mundial revelam que, hoje, existem 150 milhões de toneladas de plásticos boiando nos oceanos e que, até 2050, teremos mais plásticos do que peixes vivendo nestes locais.

A cada estudo surgem novos dados sobre o número de animais que morrem por terem ingerido qualquer tipo de lixo plástico. Quem não se lembra do fortíssimo vídeo da tartaruga que sofria por ter um canudo de plástico entalado na narina? Muitos ambientalistas falam as cenas foram o pontapé para as discussões sobre o fim dos plásticos.

Alguns países já estão bem avançados nesse processo, mas ainda há muito a ser feito. E certamente o uso dos canudos de papel é apenas uma parte das pequenas mudanças que prometem mudar o dia a dia dos brasileiros.

 

Cuidados ao escolher os canudos de papel

Deixar de lado o uso de canudos de plástico é uma solução assertiva para reduzir os impactos no meio ambiente e o acúmulo de lixo. Entretanto, é preciso conhecer a origem dos produtos que você adquire.

Há canudos de papel que possuem plástico não biodegradável ou cola plástica em sua composição, o que inviabiliza a reciclagem e o cumprimento da promessa de menor impacto ambiental. Esse tipo de canudo leva centenas de anos para se decompor e ainda se desintegra em partículas de plástico que chegam facilmente aos mares e aos estômagos dos animais.

Outro ponto que merece atenção é a tinta utilizada para colorir os canudos de papel. Elas precisam ser comestíveis e livres de metais pesados, uma vez que entrarão em contato com os lábios do consumidor e com o líquido a ser ingerido.

Por isso, é importante que a empresa fornecedora obedeça corretamente às regras ambientais e às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Mudar comportamentos parece difícil em um primeiro momento, mas a troca dos canudos de plástico pelos canudos de papel vai ajudar o ser humano a começar a fazer as pazes com o planeta.